Menino de 13 anos se suicida após sofrer bullying na escola e deixa carta de despedida

A instituição se recusou a intervir, mesmo com pedidos formais do garoto e seus pais.

Menino de 13 anos se suicida após sofrer bullying na escola e deixa carta de despedida

agosto 17th, 2016

Daniel Fitzpatrick resolveu tirar a vida aos 13 anos e deixou uma carta para explicar o motivo pelo qual tomou a trágica decisão.

“Estou escrevendo para contar minha experiência na Holy Angels Catholic Academy”, escreveu Daniel em uma carta em que explicava como se sentia. Ele não conseguiu suportar o bullying diário na escola e cometeu suicídio em sua casa nos Estados Unidos.

Menino de 13 anos se suicida após sofrer bullying na escola e deixa carta de despedida - Imagen 1

Segundo ele, seus colegas da escola o atormentavam há muito tempo e a direção do ensino não fazia nada a respeito, mesmo após ele e os seus pais terem pedido ajuda.

A resposta teria sido “Calma tudo vai ficar bem. É só uma fase, vai passar”.

Menino de 13 anos se suicida após sofrer bullying na escola e deixa carta de despedida - Imagen 2

O pai de Daniel resolveu revelar a triste história do seu filho e a carta de despedida para que casos assim não voltem a acontecer.

Na carta, Daniel escreveu: “Estou escrevendo para contar minha experiência na Holy Angels Catholic Academy.  A primeira vez, foi tudo bem. Muitos amigos, boas notas, vida ótima. Só que eu mudei e voltei para escola e isso foi diferente. Meus antigos amigos mudaram. Eles não falavam comigo, nem gostavam de mim. A 6ª série veio. Anthony, meu amigo, não se deu muito bem e eu também. Mas Anthony resolveu descontar isso em mim”.

“Ele praticava bullying contra mim ao lado de John, Marco, Jose e Jack. Faziam isso constantemente, até que eu entrei em uma briga com Anthony. Todos pararam, exceto John, ele estava com raiva. Eu acabei tendo que tirar raios-x do meu dedo por causa de John. Acabei brigando com ele e tive meu dedo mindinho fraturado”.

“Ele acabou tendo problemas. Para mim, nenhum problema. Mas eles continuaram. Eu desisti dos professores também. Eles não faziam NADA. Não brigavam com eles e ainda quando eles arranjavam problemas, eu que levava a culpa e tinha problemas. Anthony estava bravo comigo porque acreditava que eu fiz ele falhar. Mrs. McGoldrick não fazia nada”.

“Contei para todos os professores, que não fizeram nada. Exceto Ms. D’Alora. Ela era a professora mais legal de todas. Ela entendia e fez alguma coisa, mas isso não durou muito. Eu queria sair, eu implorei, pedi eventualmente.  Eu falhei, mas eu não me importava. Eu estava fora e era tudo o que eu queria”.

Entra desde tu celular a TKM Alta Velocidad haciendo click: AQUI

Tags:

,

,

,

,

,

,

,

,

,